Já faz algum tempo que a depilação deixou de ser assunto exclusivo do público feminino e passou a fazer a cabeça — ou melhor, o peito, as costas, axilas e até virilha — , do público masculino! Ainda encarada com certa estranheza, os tipos de depilação vêm, aos poucos, conquistando adeptos do sexo oposto, que garantem que o resultado é realmente muito satisfatório.

Os homens simpatizantes à técnica afirmam que, além da questão estética, a higiene é fator determinante para optar pelo procedimento. Contudo o tipo de depilação é fundamental para evitar surpresas desagradáveis, como alergias e foliculite.

No post de hoje, vamos te contar um pouco mais sobre os tipos de depilação masculina. Acompanhe com a gente!

Depilação a cera

O efeito liso e relativamente duradouro da depilação a cera é uma boa opção para os homens que não têm medo de sentir um pouco de dor — já que não adianta negar, o desconforto existe!

A cera quente é menos dolorida, pois o calor ajuda a dilatar os poros, mas cuidado para não exagerar no aquecimento do material. Pela quantidade de pelo e grossura dos fios, essa técnica não é recomendada para áreas sensíveis do corpo.

Lâminas de barbear

As lâminas descartáveis são as mais populares entre os homens. Rápidas, práticas e econômicas, são excelentes para emergências e períodos de agenda cheia. A principal desvantagem é que o efeito liso proporcionado pelas outras técnicas não é o mesmo que as lâminas oferecem, pois elas apenas cortam os pelos, que voltam a crescer em poucos dias.

Além disso, é comum ter alergias e outros tipos de irritações na pele devido à má utilização da lâmina: sempre obedeça o sentido dos pelos, não esqueça da água morna antes da depilação e descarte o aparelho assim que usar.

Depilação a laser

Se você quer acabar definitivamente com o problema dos pelos, a solução está na depilação a laser! Para quem tem pelos grossos, em grande quantidade ou sofre com pelos encravados, a depilação a laser é a mais adequada, já que elimina os pelos de uma forma duradoura.

A novidade é o laser de Alexandrite! É bom lembrar que a depilação a laser deve ser realizada por profissionais capacitados e clínicas reconhecidas, já que, se for mal aplicado, ele pode destruir tanto o cabelo quanto os tecidos adjacentes.

Além disso, o tratamento com o laser de Alexandrite é mais confortável que os demais. Ele possui um anestésico, o Gás de Criogênio, que é disparado instantes antes do laser. O gás resfria a pele, anestesiando e tornando o tratamento mais agradável. Além disso, é possível usar uma pomada anestésica para aliviar o desconforto.

Cuidados essenciais

Independentemente da técnica escolhida, alguns cuidados primordiais são necessários antes de qualquer depilação. Uma pele limpa (preferencialmente com água morna, que ajuda a abrir os poros) e bem hidratada é essencial para atingir bons resultados.

Géis e loções com substâncias calmantes também são ótimas escolhas para depois do procedimento. Para evitar a foliculite e os pelos encravados, aposte em produtos com ácido salicílico e enxofre. Cremes à base de corticoides e antibióticos também auxiliam nesses problemas e amenizam a vermelhidão decorrente da depilação.

E você, já experimentou algum desses tipos de depilação? Qual foi o melhor no seu caso? Curta a nossa página no Facebook e divida a sua experiência com a gente!

Curtiu? Então compartilhe!