Aparelho de depilação a laser: você sabe quais tipos existem?

Aparelho de depilação a laser: você sabe quais tipos existem?

Escolher o melhor aparelho de depilação a laser não é uma tarefa fácil. Afinal, existe uma série de opções dentro do universo dos tratamentos estéticos. O grande segredo para ter um resultado positivo e deixar sua pele lisa por mais tempo é conhecer todos os detalhes de cada procedimento.
Atualmente, existem tecnologias segmentadas que atendem a diversas necessidades com indicações específicas. Poucas pessoas sabem, mas a eficiência da remoção dos pelos está diretamente ligada ao uso do laser correto. Por isso, pesquise bastante antes de tomar a decisão final e cumpra todas as etapas de preparação com disciplina.
Quer saber mais sobre o assunto? Vamos mostrar detalhes sobre os dispositivos mais usados no mercado. Acompanhe e fique por dentro!

Alexandrite

Considerado extremamente confortável, o equipamento proporciona um tratamento eficiente em todas as áreas. A ação do laser busca a melanina altamente concentrada na raiz do pelo  e combina um resfriamento com o dispositivo para gelar o local em uma prevenção contra queimaduras de todos os tipos.
Se você deseja se livrar das preocupações durante o verão, por exemplo, a remoção dos pelos finos é feita de maneira simples e sem incômodos com o Alexandrite. A boa afinidade com a melanina proporciona uma penetração profunda até a derme média.
Sua tecnologia funciona com a conversão do laser em energia térmica. Dessa forma, os folículos que precisam ser eliminados e as células da pele podem ser duplamente dissolvidos após a conclusão do tratamento.
Durante as aplicações, todas as áreas alcançadas são protegidas e ainda recebem uma série de benefícios, em especial o fornecimento de colágeno. No entanto, para garantir um resultado positivo logo na primeira sessão é preciso tomar uma série de cuidados prévios. Conheça os principais:

  • evite o máximo possível de contato com o sol;
  • use filtro solar com fator de proteção mínima de 30;
  • raspe as regiões com lâminas 2 ou 3 dias antes do procedimento;
  • evite depilações com cera ou outros métodos que alcançam a raiz.

Soprano XL

O laser apresenta um tratamento pouco dolorido, porém, com um grande número de sessões para atingir bons resultados.  A aplicação é realizada com o feixe de luz extremamente concentrado. A raiz do pelo é neutralizada em questão de segundos, interrompendo o crescimento dos fios.
As etapas do procedimento são mais demoradas pela necessidade de atingir as células próximas ao bulbo piloso em diferentes fases. Como a ação oferece inúmeras modalidades para a depilação, não existem restrições a nenhum tipo de derme.
Ao longo das sessões, os pelos que costumam incomodar são retirados com bastante eficiência. Porém, o método exige uma programação de manutenção para melhores resultados. Todas as aplicações são, praticamente, indolores e com taxas mínimas de vermelhidão ou casquinhas.

Milesman Premium

A técnica pode ser usada em pessoas de pele clara ou escura. A sessão com o Milesman é mais rápida em consequência de vários disparos velozes em pequenos intervalos de tempo. O incômodo em todas as áreas do corpo costuma ser menor do que uma depilação com cera, por exemplo.
No entanto, é preciso avaliar cuidadosamente com um profissional a preparação adequada para o tratamento, já que cada pessoa costuma reagir de maneira diferente de acordo com o tipo de pele e espessura do pelo.
O dispositivo possui um sistema que resfria a pele durante a aplicação. Sua energia está concentrada em apenas um comprimento de onda de forma seletiva e extremamente profunda. A luz vermelha emitida pelo feixe de luz proporciona uma absorção competente pela melanina do pelo.

Ruby Laser

Eficiente para a remoção de pelos finos e com pouco pigmento. O procedimento emite um feixe de luz vermelha com disparos sequenciais até que o local se torne mais escurecido. Considerado obsoleto para alguns profissionais do mercado, o modelo é indicado para pessoas de peles claras. Possui menor comprimento, porém, sua energia impulsiona a fragmentação das partículas sub-celulares.

Light Sheer

O modelo é considerado um dos mais comuns na técnica de remoção de pelos. Durante o tratamento, o laser emite um feixe de luz responsável por penetrar na camada da pele. Logo depois, a melanina da haste do pelo o absorve e o calor gerado se difunde para danificar o folículo piloso.
A ação atua de forma estratégica na raiz para enfraquecer o crescimento dos novos pelos. Pessoas com todas as tonalidades de pele podem procurar pelo procedimento, inclusive enquanto estiverem bronzeadas. Além de tratar grandes áreas em menor tempo, a técnica ainda funciona contra os efeitos da foliculite (inflamação dos folículos).

Light Sheer Duet

​As sessões com o modelo Duet são mais velozes em comparação com os sistemas antigos disponíveis no mercado de equipamentos estéticos. Facilita o procedimento em locais que costumam ser incômodos, como os pelos das costas em homens.
Amparado pela tecnologia a vácuo, o dispositivo causa uma aproximação entre o laser e o folículo. O grande diferencial está em uma pressão da pele que engana as terminações nervosas e diminui as chances de dores.

Neodimio Yag

Indicado em procedimentos de pele morena, o laser funciona com o princípio de fototermólise. A ação consiste na destruição do pelo com a absorção da luz pelo pigmento da melanina. Costuma ser muito eficaz no tratamento contra pelos grossos, porém, apresenta resultados baixos na redução das penugens brancas.
Como possui grande alcance no folículo, as seções podem se tornar um pouco mais dolorosas. É contraindicado para peles com excesso de bronzeado e para mulheres grávidas. O dispositivo não deixa nenhum tipo de marca no corpo e possibilita a exposição solar com alto fator de proteção já no dia seguinte.
Tenha em mente que em determinadas partes do corpo, o laser será mais efetivo do que em outras. Tudo varia de acordo com as necessidades e as características de cada um.
Pronto! Agora você já conhece os principais tipos de aparelhos de depilação a laser. Lembre que antes de decidir o procedimento ideal, é necessário conversar com um profissional de estética experiente no assunto. Por isso, torna-se essencial tirar todas as suas dúvidas e conhecer detalhadamente o passo a passo das sessões.
Gostou das informações deste artigo? Siga-nos no Facebook e no Instagram e fique por dentro das novidades sobre o assunto!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *